segunda-feira, 23 de novembro de 2009

África

A África é um continente cuja posição geográfica está cortada pelo Meridiano de Greenwich e pela Linha do Equador. Os países que hoje compõem o continente africano passaram por muitos conflitos para tornarem-se independentes, e muitos ainda sofrem com lutas internas. O processo de independência ocorreu em sua maioria há pouco tempo, por volta das décadas de 1950 à 70, pois antes eram colônias do Reino Unido, França, Portugal, Espanha, Bélgica, Itália e Alemanha.
A África, antes se tornar espaço de exploração colonial já apresentava uma grande diversidade, com várias culturas e múltiplos idiomas. No entanto, apesar do abuso exploratório a África continua sendo o lar de inumeráveis tribos, grupos étnicos e sociais. Alguns representam populações imensas constituídas de milhares de pessoas, outros são grupos menores de poucas centenas. Alguns países possuem mais de 20 diferentes grupos étnicos. Todas estas tribos e grupos possuem culturas que são diferentes e são a mais pura representação do mosaico da diversidade cultural africana.
Estas tribos e grupos étnico/social incluem os Afar, Éwés, Amhara, Árabes, Ashantis, Bacongos, Bambaras, Bembas, Berberes, Bobo, Bubis, Bosquímanos, Chewas, Dogons, Fangs, Fons, Fulas, Hútus, Ibos, Iorubás, Kykuyus, Masais, Mandingos, Pigmeus, Samburus, Senufos, Tuaregues, Tútsis, Wolofes, Zulus, dentre tantos outros.
Atualmente o continente tem cerca 900 milhões de pessoas, com cerca de 30 milhões de quilômetros quadrados, cobrindo 20,3 % da área total da terra firme do planeta ocupada por seus 53 países.
Apesar de a África ser um continente com uma grande diversidade cultural, ainda sofre muitos preconceitos, como o racismo. Precisamos deixar de lado uma visão esteriotipada sobre o continente africano, pois este como qualquer outro apesar de suas desigualdades e problemas sociais tem muito a nos mostrar e ensinar!

Postado por Clara K. Correia e Jhontata Nascimento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário