domingo, 22 de agosto de 2010

Assassinato de Sandra Gomide - uma reflexão!

Por Luise,


Então leitor, não sei se você ficou sabendo do caso do assassinato de Sandra Gomide. Provavelmente você não deve saber, pois ele ocorreu dez anos atrás. Então por que eu estou falando nele? E por que há notícias recentes sobre este caso? Excelentes perguntas!

Este assassinato ainda não foi resolvido, por isso ele ainda tem atenção na mídia. Espera aí! Faz dez anos que este caso aconteceu, como ele ainda não foi terminado?! Você deve estar se perguntando: por que o julgamento está demorando tanto?


Vamos esclarecer algumas coisas para responder a estas perguntas: Antonio Pimenta Neves foi quem matou Sandra Gomide, sendo que Antonio era ex-namorado de Sandra e também ex-diretor do jornal “ O Estado de São Paulo”, sendo que ele está em liberdade.

O por que dele estar livre é a ideia a seguir: uma das bases indispensáveis da Justiça é o que chamamos de convencimento do inocente: ninguém é culpado até provarem o contrário. É se baseando nesta ideia que Neves, que já foi declarado como um acusado que confessou seu crime, foi condenado, continuará impune (sem punição) até acabarem todos os recursos possíveis na Justiça.

A decisão judicial que não cabe mais recurso, ou seja, ela é irrevogável, chamada trânsito em julgado, é a coisa que Neves manda seus advogados evitarem. Como ele pode pagar advogados bons, ele sabe que pode entrar com recursos ilimitados, para evitar o trânsito em julgado.

Após saber desta história, eu concordo com o que João Florentino Gomide, pai de Sandra Gomide, diz: a Justiça brasileira é uma brincadeira. Essa história também me fez pensar como a nossa Justiça é falha, pois suas leis tornaram possível uma pessoa ficar longe da cadeia, mesmo se entregando.
Se você quiser mais informações, acesse:



Por fim, espero que você, leitor, reflita sobre isso.


Até mais!

Nenhum comentário:

Postar um comentário