quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Felicidade!!!

por Luise,

Olá Leitor!

Eu estava lendo uma revista e vi uma matéria que me interessou, por isso decidi escrever sobre ela aqui. A matéria falava sobre um problema que geralmente todo mundo tem: uma insatisfação com a quantidade de dinheiro que se tem. A matéria se baseou em uma pesquisa feita pelas Universidades de Harvard, Virginia e British Columbia, que chegou a conclusão que se você está insatisfeito “com seu dinheiro”, isso acontece “provavelmente por que não sabe gastá-lo”. A pesquisa diz que, para se obter bem estar, não se deve relacionar isso ao tamanho de sua riqueza, “mas sim com a” maneira que usamos o que se tem.

Com uma análise dos comportamentos de vários compradores, Elizabeth Dunn e sua equipe elaboraram oito atitudes que podem nos ajudar a ser mais felizes com nosso dinheiro.

1ª-Obter experiências, não coisas: sabe os aniversários de 15 anos das garotas, em que a aniversariante escolhe se faz uma viagem ou faz uma festa? Mesmo se você já tiver passado dos 15 anos, viajar fará você se sentir mais feliz. Isso ocorre por que, você se sente feliz na viagem, depois, ao relembrar, você se sentirá feliz novamente. Além deste fato, experiências, quando são divididas, são uma fonte de felicidade comprovada.

2ª- Investir dinheiro nos outros: quando você da um presente para um familiar, doa para alguém necessitado, aumenta o seu bem estar. Mas, você precisa querer, não faça isso sendo obrigado, pois não fará efeito!

3ª- Invista em prazeres pequenos: essa regra vale para a mesma regra para alimentação: é melhor comer varias vezes ao dia que comer poucas refeições ao dia. Nas compras é assim também: é melhor compras várias coisas pequenas frequentemente que comprar só uma coisa de grande valor, pois a última dá uma satisfação que diminui com o tempo.

4ª- Fazer compras sem considerar trocar: quando se pensa em troca se tem uma tendência a comprar impulsivamente, o que é um dos causadores de infelicidade. “Quando não precisamos nos comprometer com uma aquisição, perdemos o interesse por ela. Aí, o outro vestido que deixamos na loja parece mais bonito do que o que trouxemos para casa¹”

5ª- Pagar agora e usar depois: Essa atitude é inválida para os brasileiros, porém, aqui podemos fazer o seguinte: não comprometer acima de 20% de sua renda no financiamento.

6ª- Planejamento do pós-compra: Se formamos muitas expectativas em torno de um produto, ele pode decepcionar. Por isso, antes de comprar algo, avalie como e quando você o usará.

7ª- Não se baseie somente no preço: Quando pesquisamos um produto, não devemos considerar apenas o preço, pois as vezes descartamos algo que nos satisfaria porque se consegue mais barato em outro lugar. Por isso, quando for pesquisar, avalie também a capacidade de duraçao, praticidade e a qualidade do objeto.

8ª- Nao comprar por inveja: não compre algo só por que outro tem a coisa. Entretanto, consultar outras opiniões pode ajudar, por isso use!

É isso leitor, se quiser saber mais,

¹exemplo da psicóloga Elisabeth

Nenhum comentário:

Postar um comentário