sexta-feira, 29 de abril de 2011

BULLYING

por Vitória Souza,

Olá, estou aqui para trazer um tema muito polêmico e que anda acontecendo muito no dia a dia de algumas pessoas. Este tema surgiu através de discussões feitas em sala de aula propostas pelo SOE e orientadas pelo professor Telmo. A partir dessa discussão, algumas dúvidas foram tiradas com pesquisa no site da ‘’Nova Escola’’ para termos um melhor entendimento do assunto!

Bullying, uma palavra que muitos não conhecem, é uma situação que se caracteriza por agressões intencionais, verbais ou físicas, feitas de maneira repetitiva, por um ou mais alunos contra um ou mais colegas. O termo bullying tem origem na palavra inglesa bully, que significa valentão, briga. Como eu já disse, muitos não conhecem, mas está acontecendo muito em diversos lugares e está terminando em tragédia, como foi o caso de Wellington que matou 13 pessoas em um colégio onde havia estudado e sofrido o tal do bullying.

Pode parecer ridículo, mas começa na brincadeira e termina dessa forma, podendo haver consequências ao desenvolvimento psíquico dos alunos, gerando desde queda na auto-estima até, em casos mais extremos, o suicídio e outras tragédias. O caso de Wellington pode servir como exemplo, um garoto calmo, que todos achavam que não fazia mal para ninguém, mas foi a partir de certa brincadeira, que tudo desabou, ou seja, o menino calmo deixou de ser calmo e virou um assassino.

Aí, surgem algumas questões, quem nunca sofreu algum tipo de “brincadeirinha”, “zoação”? Quem nunca presenciou algum tipo de ‘’brincadeirinhas’’ desse tipo? O que não é bullying? O que leva o autor do bullying a praticá-lo?

É, muitas vezes, é com essas ‘’brincadeirinhas’’ que acontecem os suicídios, como são os casos de algumas escolas, brincadeiras dentro de sala, podem parecer bobas, mas com o decorrer do tempo podem trazer consequências. Na minha sala existe muito disso, todos levam na brincadeira, na verdade quem está zoando acha que o zoado também vai levar na brincadeira, mas muitas vezes não é assim, certas pessoas ficam com ressentimentos, tristes e têm medo de se defender, pois sabem que estão na minoria.

Pois bem, esse tema é muito polêmico, mas muito legal de ser discutido, pois assim podemos passar para muitas pessoas o que acontece com outras, mostrar o que é certo e errado, e que tipo de brincadeira é legal e que tipo de brincadeira é completamente chata.

Há perguntas que não sabemos responder, como, por exemplo, “o que não é bullying?’’ De acordo com algumas pesquisas, discussões ou brigas pontuais não são bullying, ou seja, conflitos entre professor e aluno ou aluno e gestor também não são considerados bullying. Para que seja bullying, é necessário que a agressão ocorra entre pares (colegas de classe ou de trabalho, por exemplo). Todo bullying é uma agressão, mas nem toda a agressão é classificada como bullying.

Créditos: http://prcarlosjorge.blogspot.com/2011/02/bullying-no-meio-evangelico.html, acessado em 19/04/2011



segunda-feira, 11 de abril de 2011

Apresentação da Equipe de Criação - a base de tudo

Equipe de Criação,


Somos a equipe de criação do 1º trimestre, responsáveis pelas postagens do blog da 8ªB. Durante este período, iremos refletir e discutir sobre assuntos que estaremos aprendendo dentro e fora da sala de aula.

Nosso grupo está dando continuidade a um processo iniciado em 2009: a utilização deste espaço para postagens de textos de autoria dos alunos da 8ªsérie.
Também faremos críticas e depoimentos sobre assuntos polêmicos; filmes, livros e documentários. Estes assuntos serão sobre fatos recentes e interessantes.

Aqui, também haverá espaço para que você leitor possa fazer seu comentário, enviar sugestões e assim qualificar nosso trabalho, ampliar nossa pesquisa e nos possibilitar maiores momentos de reflexão.