domingo, 24 de julho de 2011

Prevenção no ato sexual

por Rafael,

Oi, gente!

Bom, espero que estejam acompanhando meus textos e gostando deles.

Nesse texto, irei falar de um assunto que nem todos os jovens ou adultos estão por dentro, que é o uso da camisinha.

Todo mundo sabe que, em todas as relações, deve estar presente o uso da camisinha na hora do ato sexual, devido à possível transmissão de doenças, como o vírus HIV.

Se o preservativo for mal usado nas relações sexuais, estiver com o prazo de validade vencido ou quando for usado mais de uma vez, pode ocorrer sim que a camisinha estoure no ato sexual e os espermatozóides vazem pelo meio externo e acabem gerando uma gravidez ou a contaminação por uma DST (doença sexualmente transmissível).

Uma coisa que poucas pessoas sabem é que, se usar mais de uma vez a mesma camisinha na relação sexual, pode diminuir a sensibilidade dos órgãos genitais, sendo referida frequentemente a perda de sensibilidade do pênis.

Nem todas as camisinhas são iguais umas às outras, pois algumas pessoas são alérgicas ao látex, material do qual é composta da camisinha, assim fica uma dica: É conveniente comprar de marca mais conhecida ou que o praticante já tenha usado e não tenha dado alergia. Ainda, não é aconselhável lubrificá-la com vaselina ou óleo nem expô-la ao calor e, ao ser aberta, deve tomar cuidado com unhas, anéis ou outros pertences que possam furar a camisinha.

Outra informação importante é que a camisinha deve sempre ser colocada ao iniciar a penetração e retirada depois da ejaculação, antes que o pênis perca a ereção.

Bom, você, leitor, garanto que não sabia isso tudo, né? Mas agora sabe, portanto sempre que for fazer uma relação sexual, use camisinha!

Beijos e até a próxima.


Créditos: http://vivopelavida.com.br/2011/03/08/a-camisinha-moralista/

Nenhum comentário:

Postar um comentário