domingo, 28 de agosto de 2011

Ex-Presidente e Sociólogo FHC defende a legalização da Maconha

Bruna Margutti Fridriszewski


O impacto do documentário produzido por Fernando Henrique Cardoso, ex-presidente e sociólogo, que viaja pelo mundo levantando uma bandeira polêmica causou muitas discussões. Ele afirma, no filme “Quebrando o Tabu”, que os presidentes falharam no combate às drogas e suas políticas não tiveram resultado algum.

Com isso, todos concluem que a guerra contra os usos das diferentes drogas é uma guerra fracassada. São gastos bilhões de dólares no mundo inteiro, mas o consumo aumenta cada vez mais, e o poder do tráfico cresce, espalhando a violência pelas cidades.

Muitos policiais não conseguem atuar nos morros, em função do poder do tráfico de drogas. Um exemplo disso está na cidade do Rio de Janeiro: a invasão do morro do alemão em 2010, onde foi necessário o envio de várias tropas do batalhão de choque para expulsar traficantes e conseguir implantar no local, uma base policial. É necessário os policiais irem além das apreensões de drogas, pois os moradores acabam se prejudicando com o domínio dos traficantes na região.

No Brasil, a maconha é o entorpecente ilegal mais utilizado. Consumido por 80% dos considerados usuários de drogas no país; o que corresponde a 5% da população adulta. Mas é aí que vem a reflexão: a maconha é tão inofensiva a ponto de ser legalizada?

Em minha opinião não é. E o uso dessa droga só vai levar o usuário a experimentar outros tipos de drogas consideradas mais violentas. Pra mim, o cigarro e o álcool também deveriam ser considerados ilegais. O Brasil tem sim como evitar o vício de drogas, ou pelo menos tentar fazer com que isso ocorra. 






Créditos:
http://desciclopedia.ws/wiki/Maconha
http://joanaeanaforever.blogspot.com/2011/01/cigarro-eletronico.html
http://www.a-ressaca.com/?p=2501

Fontes:

sábado, 27 de agosto de 2011

Malas prontas?

por Heitor,

  Então galera, não é qualquer um que pode sair de sua cidade com sua escola e ir até Minas Gerais conhecer as cidades históricas, ver de perto onde a maior parte do processo colonial brasileiro (Século XVIII) aconteceu, onde ocorreram coisas que jamais veremos a olho nú se não formos até lá.

  Parece que foi ontem que nos apresentaram a disciplina de IC (Iniciação Científica) e nos mostraram como seria o Projeto e a segunda saída a campo. As coisas aconteceram depressa, daqui a dois dias vai ser véspera de viagem, uma viagem que marcará a vida de cada estudante do CA. Enfim, a partir de segunda-feira o coração de cada um de nós vai bater diferente, ja somos jovens, crescemos? Sim, porém, não há coração duro que resista, não há barriga quente que não sinta um friozinho segunda de manhã.

  Desejo boa sorte a todos os colegas, que possamos fazer uma viagem tranquila, que não ocorra nenhum incidente,  e que todos  os alunos possam colher um bom conteúdo.

  É isso aí, rapazeada, malas prontas, segunda de manhã estamos lá! Pés na Estrada pra valer!

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Tudo é vaidade


 por Heitor, 

Diz o maior homem do universo: "Vaidade de vaidades! É tudo vaidade. Que vantagem tem o homem  se possui grandes riquezas? Uma geração vai e outra vem,  mas a terra para sempre permanece. E nasce o sol, e põe-se o sol, e volta ao seu lugar, de onde nasceu. O vento vai para o sul e faz seu giro para o norte, continuamente vai girando o vento e fazendo seus circuitos. Todos os ribeiros vão para o mar, e, contudo, o mar não se enche. Todas essas coisas se cansam tanto, que ninguém o pode declarar, os olhos não se fartam de ver, nem os ouvidos de ouvir. Há alguma coisa que se possa dizer: Vê, isto é novo? Já foi nos séculos passados, que foram antes de nós. Eclesiastes 1 : 2-10 "

  A vaidade é  a expectativa de que as pessoas venham preencher as nossas necessidades. É também querer parecer alguma coisa, para ter uma resposta positiva dos outros. É fingir ser o que não é, ou o que nunca será, é querer ter algo só pra ganhar "ibope". Uma pessoa vaidosa é normalmente gananciosa, julga os outros por aquilo que vestem e deixa sempre a humildade de lado.

  Mas já que "uma geração vai, e outra vem", todos os bens ficam na terra pós sua morte, qual é a vantagem de ter tudo, e "não ter nada"?

 Eu fico impressionado com o que eu vejo no meu cotidiano, pessoas arrogantes, que buscam dinheiro excessivamente, cobiçam os bens dos outros, vejo crianças brigando por uma nota de real, e muitos julgando os outros pelos bens materiais.     

http://pt.wikipedia.org/wiki/Vaidade  
http://pt.wikipedia.org/wiki/Pecado_capital_%28cristianismo%29  
Créditos: http://www.caiofabio.net/conteudo.asp?codigo=03256                                                                                                                        

domingo, 21 de agosto de 2011

Futebol de Santa Catarina

por Gustavo Pinheiro,

O futebol catarinense que eu vou falar é especificamente sobre o Avaí e o Figueira. O Figueira está se aguentando perto do G4, empatando de 2 a 2 no seu último jogo com o Flamengo - o atual vice líder; já o Avaí está quase esquentando a Lanterna do campeonato, porque no seu último jogo perdeu para o Cruzeiro de 5 a 0. É um resultado vergonhoso para todos os avaianos, mas pelo menos os avaianos tiveram uma alegria, porque, antes desses jogos, o Avaí tinha jogado com o Corinthians, que era e é o atual líder, e ganhou do Corinthians por 3 a 2.

Se o Figueira continuar com o futebol que ele está jogando, é capaz dele conseguir alcançar o G4, pena que não posso falar o mesmo do Avaí. E, se o Avaí não melhorar e continuar a jogar esse futebol horrível, ele vai acabar caindo para  a série B, que é o que os avaianos mais temem.

Isso galera é um pouco das alegrias e tristezas do “Futebol Catarinense”!

Créditos:
 http://icelular.com.br/downloads/hino-do-figueirense-futebol/d7533.html>
http://www.sambafoot.com/en/teams/64_avai.html


sábado, 20 de agosto de 2011

TORCIDAS ORGANIZADAS

por Heitor, 
Torcida Organizada é a denominação dada a uma associação de torcedores de um determinado clube esportivo no Brasil e no mundo. No Brasil, o precursor das Torcidas Organizadas foi o São Paulo Futebol Clube. Criada em 1939, na Mooca, pelo cardeal são-paulino Manoel Raymundo Paes de Almeida, com o nome de Grêmio São-Paulino, a TUSP (Torcida Uniformizada do São Paulo) foi a primeira torcida uniformizada do Brasil.
Muitas torcidas organizadas se envolvem em atos de violência. A polícia local se mobiliza para evitar os confrontos. Várias medidas são criadas para que haja o enfraquecimento dos conflitos. Algumas pessoas são contra esse movimento que, desde 1939, vem contagiando os estádios pelo mundo afora; querem acabar com as Torcidas Organizadas,  pois, pelo fato das  confusões, a imagem desse grupo se torna um pouco feia. Eles, que fazem na maioria das vezes festas lindas, apaixonantes, tornam a opção de um pai de família, ao invés de ir ao estádio, ver o jogo na TV.


http://pt.wikipedia.org/wiki/Torcida_organizada
Créditos: http://www.flogao.com.br/pesquisadetorcidas/108802609

terça-feira, 16 de agosto de 2011

Bulliyng não é Brincadeira


  por  Gustavo Pinheiro,                                                         
                       
O Bullying é muito praticado em varios colégios, por pessoas que acham que são melhores que os outros e querem ficar “se achando”. O Bullying é muito diferente de brincadeira: a brincadeira é quando há uma aceitação das pessoas de quem estão falando; no Bullying, você não tem direito nenhum de reclamar e se reclamar acaba sendo muito pior.

Muitas pessoas tentam fugir do Bullying se afastando das outras pessoas. Na minha opinião, isso não é o correto, porque você não pode se afastar de todos, porque algumas pessoas ficam “te zuando”, você tem que tentar acabar com isso e não se excluir.

Créditos:
http://www.obesidadecontrolada.com.br/o-bullying-contra-as-criancas-obesas/

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Skate: Moda ou estilo de vida?


 por João Vitor,


O skate, para a maioria das pessoas, é um simples carrinho, que lembra ao vandalismo ou ao crime. Mas quem é skatista sabe que não é assim, sabe que o skate tem uma história e precisa de força de vontade e dedicação . Não é apenas comprar um e pôr embaixo de braço, tem que ter amor ao esporte, andar com vontade e ter orgulho de ser um(a) skatista.

 Skate não é moda, como define a sociedade de hoje. Quem anda mesmo sabe que não é. E todos pensam que skatista é maloqueiro, mas quem fala isso é porque não entende do assunto. Muitos praticantes do esporte trabalham e fazem faculdade. Mas, pra quem não trabalha, skate é um estilo de vida, e longe do mundo da criminalidade.

Skate não é crime  
Como todos sabem, policiais são os que mais incomodam os skatistas, pois eles não veem o skate como um esporte , e sim como um crime. Todos já estão cansados de ouvir: “hei, garoto, não pode andar aqui“. Mas nem mesmo eles sabem o motivo.  Sempre tem briga entre policiais e skatistas, muitas vezes são filmados ou é anotado o número das viaturas, para entregar o policial corrupto que atrapalha nas sessões, até porque não estamos andando em local proibido, às vezes até em praças ou perto de nossas casas.

 
  Imagem de policiais impedindo skatista de terminar sua seção


Créditos: http://blog.comunidades.net/sk8/index.php?op=arquivo&idtopico=1443311

domingo, 14 de agosto de 2011

Clipe de Beyoncé no Brasil


por Rafa Machado

Olá! Estou escrevendo mais uma vez pro blog da oitava série B. Hoje vou falar de uma cantora muito famosa e que eu amo e admiro muito, Beyoncé.

Quero dizer que, segundo a coluna “Gente Boa”, do jornal carioca “O Globo”, a Beyoncé poderá gravar o novo clipe dela “End Of Time” no Brasil.  A equipe de produção de Beyoncé está procurando lugar aqui no Brasil para poder realizar o clipe, mais provavelmente será no Rio de Janeiro, que é onde serão iniciadas as gravações do mês de agosto.

Beyoncé já esteve no Brasil em 2010 para as gravações de “Put It In A Love Song” em parceria de Alicia Keys, quando gravaram no morro da Conceição.  Beyoncé  Giselle Knowles nasceu em 4 de Setembro de 1981 no Texas, mas tarde Beyoncé se tornou conhecida no ano de 1997, como vocalista do grupo Destiny's Child. Logo mais a cantora saiu do grupo feminino e seguiu em carreira solo, lançando assim álbuns como  Dangerously In Love, B'Day, I Am... Sasha Fierce e o seu atual álbum 4, lançado em julho de 2011, e provavelmente ela virá para o Brasil realizar mas um clipe deste álbum.

Bom, espero que tenham gostado da GRADE notícia sobre Beyoncé. Agora é só aguardar a grade diva em terras brasileiras.

Beijos e até a próxima.

.


quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Todos já passaram por essa “fase”


por Bruna Margutti Fridriszewski
 

A adolescência é uma época de amadurecimento de muitas pessoas. E, no meio desse processo de imaturidade para a maturidade, é que a personalidade de cada um é formada. Isso desencadeia  uma crise, na qual demonstramos os valores que aprendemos durante a nossa infância
.
Nesse período, passamos por várias etapas, que confundem nossos pais e a explicação para isso são as diferentes ‘’fases’’ da adolescência. Afinal, esse é um período de transição, onde acontecem diversas mudanças físicas, psicológicas e comportamentais. 

Para nos entender, nossos pais têm que, em primeiro lugar, nos compreender, eles já passaram por essa fase onde nos transformamos em adultos como eles são hoje, mas, para isso, precisamos nos abrir com eles, sempre buscando esclarecer nossas dúvidas. 

Mas, mesmo assim, muitos pais são mais tradicionais e fechados diante de nossas perguntas. Nesse caso, devemos conversar com eles para que mudem um pouco sua opinião e compreendam nossa curiosidade em relação às mudanças pelas quais estamos passando. Afinal, muitas meninas são mães e muitos meninos se tornam pais na adolescência, por causa do não esclarecimento de dúvidas, não só por causa dos pais, mas também por eles terem vergonha de fazer certas perguntas, pois pra isso é necessário confiança.

No início, confesso que tive medo de questionar meus pais sobre certos assuntos que surgiam em minha cabeça. Mas, mesmo assim, resolvi perguntar sobre minhas dúvidas para saber qual seria a reação deles. E, na verdade, não era como eu imaginava. Eles esclareceram as dúvidas e me orientaram em relação a outros assuntos, mesmo eu não conversando sobre eles naquele momento. Por isso eu afirmo novamente que é melhor se abrir do que guardar para si mesmo e ficar sem saber sobre o assunto.