domingo, 7 de agosto de 2011

Afinal, fazemos ou não fazemos parte da UFSC?

por Bruna Margutti Fridriszewski.


Assim como eu, muitos alunos se fazem a mesma pergunta ao terem que ceder os ginásios do CDS para pessoas que pagam para usá-los. São três ginásios e, nas quartas e sextas feiras, eles eram ocupados e tínhamos que fazer aula nas quadras. Pelo menos era o que acontecia antes das férias de julho.
Sabemos que nós alunos temos direitos e deveres na escola, somos cobrados por nossos deveres, e agora onde estão nossos direitos?

Se todas as quadras da UFSC fossem boas e bem conservadas para as aulas, não veríamos problema algum. Mas, infelizmente, quando íamos fazer aula, a única coisa que conseguíamos pensar é que não tínhamos segurança ao fazer uma atividade física.

Uma prova disso é que quando chove e não conseguimos ginásio, o que geralmente acontecia, éramos dispensados das aulas, pois o professor não se arriscava a dar aula com as quadras molhadas, porque a qualquer momento, um aluno que estava sobre sua responsabilidade poderia se machucar.

Os materiais utilizados na educação física nos comprovam o descaso que é dado para a atividade física, bolas sem condições de uso, a ausência de redes nas quadras e as traves são amarradas com correntes para não caírem.

Se a falta de ginásio fosse por causa do excesso de estudantes da UFSC, nós, alunos do CA, poderíamos compreender a situação. Porém, nós alunos não compreendemos o uso dos ginásios por pessoas que não fazem parte da UFSC e pagam para utilizá-los.

Já o Colégio de Aplicação, que faz parte da universidade, não consegue utilizar esses ginásios na maioria das vezes. E então é que surge a dúvida. Afinal, fazemos ou não fazemos parte da UFSC?




Nenhum comentário:

Postar um comentário