sábado, 15 de dezembro de 2012

A guerra Irã-Iraque

por Carolina,
 
A guerra Irã-Iraque teve início no ano de 1980, mais precisamente dia 22 de setembro de 1980, no Oriente Médio, na região de junção dos rios Tigre e Eufrates. Apesar da maioria das pessoas saberem da existência desta guerra, pouco se sabe sobre o motivo do início, mas várias fontes indicam que foi utilizado o pretexto, pelos iraquianos, da disputa de terras, que já era uma questão antiga, onde a região de fronteira estava sobre acordos, que foram quebrados por Saddam Hussein (que foi um político e estadista iraquiano que governou de 16 de julho de 1979 a 9 de abril de 2003), acordo, de 1975, que concedia ao Irã cerca de 518 km2  dessa área.

Mas sabemos que por trás disso existiam muitas questões políticas e econômicas, pois, por exemplo, o governo do Iraque queria anexar a província de Khuzistão ao seu território, pela grande quantidade de petróleo encontrada na região. Outro motivo muito falado foram as denúncias contra o Irã que teria tentado derrubar o regime de Saddam Hussein, já que o país teria acabado de passar por uma revolução e estaria influenciando o já instalado regime de Saddam, o Irã também teria  infiltrado o espaço marítimo, terrestre e aéreo do Iraque.

Outro motivo importante é onde o Iraque tenta conquistar territórios iraquianos povoados por árabes e derrotar o governo islâmico inserido pela revolução Iraniana em 1979. Também tem outro fator muito importante, o Iraque teve ajuda de vários países como EUA, Alemanha, França, União Soviética, Egito e muitos outros enquanto o Irã não tinha a ajuda desses países. Por fim no ano de 1988 a guerra chega ao fim, com um milhão de mortos e um milhão e meio de feridos dos dois lados e com o custo de 150 bilhões de dólares.

Várias fontes falam que o Iraque foi o vencedor dessa guerra, mas na verdade não teve um vencedor propriamente dito foi um empate.

EGITO E SUAS REGIONALIZAÇÕES


por Juan Thiago,

 

O Egito localizado no continente Africano, é conhecido por suas monumentais pirâmides, símbolos das civilizações mais antigas da humanidade.

Este país se encontra na região da África Islâmica onde tem maior influencia da origem cultural, o islamismo. Como a maior parte do território egípcio se encontra dentro do deserto do Saara, a vegetação predominante é a desértica, mas ao extremo norte existe um pequeno território de vegetação pradaria (no Brasil é semelhante ao Pampa) que é formado por gramas baixas e herbáceas. Com tudo isso seu clima é desértico.

Em função de sua vegetação a densidade demográfica é muito desigual, pois na região desértica tem menos de 1 habitante por Km2 e chegando a sua capital (Cairo) são mais de 200 habitantes por km2.

Na produção agropecuária o Egito se beneficia com o rio Nilo, pois suas principais produções são entorno dele, garantindo a água e uma terra fértil para plantar: cana- de-açúcar, algodão e trigo, mas também criam bovinos e pescam. Mas na zona desértica eles também aproveitam criando ovinos e fruticultura.

Os estudos dizem que a milhares de anos atrás o deserto do Saara era uma floresta, e foi aí a origem das grandes reservas de petróleo no Egito, que hoje em dia é a maior fonte de lucros do país.

 

 

Brincadeira “da licença''


por Larissa Ramos Costa,


Meu nome é Larissa, e durante mais ou menos um mês venho presenciando uma brincadeira de mau gosto que alguns dos alunos da minha escola, vêm fazendo. E abaixo vou apresentar como funciona a brincadeira e o que eu penso sobre ela.

Para iniciar a brincadeira, o aluno ou a criança/adolescente faz um pacto com outro, cruzando o dedo mindinho, com isso, a criança/adolescentes já está participando dessa brincadeira. Ela funciona da seguinte forma: Cada vez que a criança/adolescente vai sentar em algum lugar é obrigado a pedir ''licença'', se esquecer de pedir ''licença'' apanha dos colegas que estão participando da brincadeira.

Não acho essa brincadeira nem um pouco agradável.  Para eles que estão participando pode não parecer má influencia, mas uma criança que olhar, vai pensar “olha que legal a brincadeira, quero também". A “brincadeira” não serve para nenhuma faixa etária, por se  tratar de violência, ainda mais quando é dentro de uma escola, pois  alguns dos alunos podem aproveitar para a prática do bulliyng, que é um dos assuntos que no nossa escola explora bastante.

O Bulliyng, é um termo utilizado para descrever atos de violência física ou psicológica, que produzem  consequências negativas futuras para a vida, como se tornar uma pessoa violenta também. Este serve para que os professores de todas as escolas fiquem atentos às atitudes dos alunos, algo que para eles podem ser brincadeira, para outros é ato de violência.

Créditos da imagem:
http://olharsociologicoedwiges.blogspot.com.br/2011/05/lendo-as-bullying-pela-professora.html

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

A AIDS


 por Carolina,

                As pessoas sempre falam sobre a AIDS, mas o que realmente é AIDS? AIDS é uma doença transmissível que afeta o sistema imunológico, destruindo os glóbulos brancos que, por sua vez, tem como função impedir a entrada de corpos estranhos em nosso corpo. Pesquisas afirmam que a AIDS é uma das doenças de maiores problemas da atualidade.

                Os sintomas da AIDS são bem parecidos com o de uma virose qualquer, como por exemplo, dor de cabeça e de garganta, febre, dores musculares, ínguas, calafrios e manchas na pele esses sintomas podem aparecer 2 a 4 semanas após pegar AIDS. Já mais adiante podem aparecer doenças como pneumonia, meningite, tuberculose, etc.

A AIDS é transmitida pelo sangue, leite materno, esperma, secreção vaginal e por relações sexuais. Mas para saber se você está com AIDS ou não, tem que fazer um exame de sangue.

A AIDS só pode ser curada com medicamentos indicados pelo médico. Mas esses medicamentos não necessariamente curam a AIDS só amenizam, pois a AIDS ainda não tem cura.

Para a prevenção da AIDS use sempre camisinha nas relações sexuais, seringas descartáveis e se cuide ao máximo e não se esqueça, não exagere nas bebidas alcoólicas e para um melhor bem estar não fume.

E mais algumas dicas, se preserve ao máximo, cuide da sua saúde e sempre faça exames médicos para ter certeza que você não tem AIDS.

Referências:
http://drauziovarella.com.br/doencas-e-sintomas/aids/
http://www.minhavida.com.br/saude/temas/aids

Créditos da imagem: http://vivamelhoronline.com/2011/12/01/aids-como-tratar-e-conviver/

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Final do ano: o pesadelo


 por Luriany,
                                                   
O final do ano está chegando e o pesadelo de todos os alunos está preste a se confirmar, a recuperação. Junto com ela vêm as questões “Será que vou conseguir?” “ Como vou contar para os meus pais?” “E se eu rodar?” “Vale a pena ainda estudar?”. 
É sempre bom lembrar que desespero e pensamentos negativos como “não vou passar” ou “já rodei”, não ajudam em nada. O melhor a se fazer é ter calma e estudar. Isso não significa que você terá que ficar 24 horas “com a cara nos livros”, reserve 2 ou 3 horas do seu dia, faça uma lista das coisas que você precisa estudar, monte um esquema e estude diariamente. Use a internet a seu favor, é um ótimo meio de tirar suas dúvidas.
Esconder dos seus pais, sem dúvida, é uma péssima ideia, de qualquer maneira eles acabarão descobrindo e quanto mais rápido eles souberem, mais rápido poderão ajudar você.
Por fim, não esqueça que nós próprios nos colocamos na recuperação, já que isso na maioria das vezes é resultado da falta de dedicação e estudo.

                               Não desista e estude, boa sorte!


domingo, 9 de dezembro de 2012

A construção de Usinas Hidrelétricas

por Luisa,

A energia hidrelétrica é uma das principais formas de energia renovável do planeta. Nos últimos anos com o crescimento da industrialização, as usinas hidrelétricas vêm recebendo apoio tanto da área pública como privada, por produzir energia de forma limpa, barata e não poluente. No entanto apesar desse potencial a instalação de usinas hidrelétricas tem consequências para a região onde ela está localizada. Existem aspectos positivos e negativos, como aspectos positivos, podemos citar a geração de energia, desenvolvimento econômico, etc. E com os aspectos negativos destacamos os problemas sócios ambientais.
As torres da igreja  - o que sobrou da cidade antiga,
após o alagamento
Com isto percebemos em nossa pesquisa a Itá [1] que há uma igualdade perante aspectos negativos e positivos. Para toda cidade, estado, ou país é excelente ser reconhecido turisticamente, pois aumenta o capital da cidade (país ou estado) e melhora toda a estrutura do lugar. Quando fomos a Itá realizamos pesquisas, ou seja, entrevistamos moradores da antiga Itá (antes da construção da UHE e após a instalação) e com isto pudemos perceber que a maioria da população acha que muita coisa mudou após a construção. 

Todos os entrevistados possuem a mesma opinião, relatam que a vida da população e a natureza foram os mais prejudicados, porém reconhecem que após isto a cidade tornou-se melhor reconhecida turisticamente e então tudo se tornou melhor e mais amplo, e a maioria prefere a nova cidade de Itá.

Todos sabem que a mudança brusca em nossas vidas não é fácil e foi isso que os moradores relataram, que as mudanças que suas vidas tiveram no começo não foram muito agradáveis, todos acham que o período de se acostumar com os nossos vizinhos, nova casa, ambiente, tudo, foi difícil, mas depois só alegria.

Com isto concluímos que após a construção da UHE, o padrão de vida das pessoas melhorou e a estrutura da cidade também. Porém, talvez no futuro a construção da UHE possa se tornar algo ruim, pois a natureza foi a principal afetada, e precisamos disso para viver, e a consequências será colhida lá na frente.
[1] Esta pesquisa de iniciação científica intitulada "Itá e suas mudanças de paisagem", foi realizada pelos estudantes Luísa, Larissa (8ºC) e Victor (8ºC), no primeiro semestre de 2012. A cidade de Itá localiza-se no Oeste catarinense e sofreu alagamento em função da construção de uma Usina Hidrelétrica. 

O Natal está próximo, já garantiu os presentes? Porém será que este é o verdadeiro sentido?


por Luisa,

Nestes meses de final de ano, é cada vez mais comum a correria nos comércios, principalmente no mês de Dezembro. Algumas pessoas garantem seus presentes antes de do mês Natalino, mas outras deixam para cima da hora não encontrando o presente que desejavam tendo então de substituir por outros até mesmo mais caros. 

A antecipação das compras é uma boa solução para aqueles que querem economizar tempo e dinheiro. Na época natalina o comércio geralmente aumenta os preços dos produtos para obter mais lucros e sem contar que neste mês as filas nas lojas são enormes, deixando o momento de compras que devia ser algo agradável passa a ser desconfortável e cansativo.

Porém, será que este é o verdadeiro sentido do natal? O natal é o renascimento do menino Jesus, dia sagrado onde às famílias se reúnem para celebrar este dia tão especial. Como de costume, as famílias se reúnem e fazem aquele grande banquete em homenagem a Jesus. E também é a pratica da solidariedade, amor ao próximo, e doações de cestas básicas. Dia em que só acontecem coisas boas.

Por tanto repense sobre seus atos, e veja qual é o verdadeiro sentido do Natal, e se possível reúna a família e conte uma bela história para as pessoas que você mais ama.

Se quiser uma dica de uma linda história para ser contada neste dia tão especial acesse o site: http://www.simplesmentebeijaflor.com/LindaHistoriaNatal.html

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

O Cigarro


por Carolina, 

Hoje em dia existem muitos fumantes, bastante deles são jovens, que na maioria das vezes começam a fumar por má influência dos amigos que usam o cigarro. Os jovens usam as drogas pra tentar resolver seus problemas, ou às vezes até para parecerem mais “maduros”, ou até mesmo para se aparecerem. Nesse texto vou aprofundar mais sobre o cigarro.

O cigarro é um dos produtos mais lucrativos do mercado. O cigarro se baseia nas seguintes substâncias químicas: nicotina, ácido levulínico, monóxido de carbono, terebentina, xileno, tolueno, butano, cetonas, fósforo P4 P6, acetaldeído, acroleína, benzeno, arsênio, níquel, cádimio, acetato de chumbo, cianeto, N-Nitrosaminas, formaldeído, polônio 210 e naftalina.

O pior de tudo é que o cigarro não afeta só a saúde de quem esta fumando, mas também do fumante passivo, ou seja, aquele que está no ambiente de quem fuma e acaba, de certa forma, fumando também.

Além de causar vício, o cigarro também prejudica a saúde de quem o fuma. As consequências são: câncer de mama (nas mulheres), maior risco de problemas cardíacos, maior probabilidade de contusões, menopausa precoce e muitos outros.

 Para conseguir parar com esse vício tem que ter primeiro de tudo determinação e vontade, pois não é fácil. A maioria das pessoas quando conseguem parar de fumar, substituem o cigarro pela comida, mas tome cuidado para não exagerar. E também existem vários outros truques para conseguir parar de fumar, um deles, por exemplo, é ir a cada dia diminuindo os maços de cigarro por dia.

 Fica a dica.


Fontes:
http://www.areaseg.com/toxicos/fumo.html
http://blogmail.com.br/cigarro-e-suas-consequencias/
http://emdomingosparo.blogspot.com.br/2010/09/composicao-do-cigarro.html

Créditos da imagem:
http://www.saude.sc.gov.br/cidadao/de_olho_na_saude/outros/fumo/cigarro.htm

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Um Lugar para se visitar



por Vinícius,

No dia 01/12/2012, as oitavas séries fizeram um trilha longa e cansativa na Lagoinha do Leste, são 2h50min de caminhada, mas vale muito a pena, a praia é linda e muito gostosa, a vista da trilha é magnífica, dá pra ver quase todo mar, e a praia não é cheia, por causa do difícil acesso ao local. Se você for a este lugar maravilhoso, não se esquece de levar comida, e muita água, pois não existe local com vendas de água.
Saímos 8h da manhã e só voltamos às 15h, todos exaustos e praticamente todos queimados em algum lugar do corpo, bem que a professora avisou, leve o protetor solar, quem disse que escutamos?
A Lagoinha do Leste começa no na praia do Matadeiro, localizado no sul da ilha, e vai até o Pântano do Sul. Com certeza,  a parte mais difícil é a volta, quando todos estão muitos cansados do dia de caminhada.


 Referências:
http://www.guiafloripa.com.br/trilhas/11_lagoinha/lagoinha.html

IC antes e depois



                      por Luriany,
          
            Antes de ter a disciplina de Iniciação Científica, possuía apenas uma noção básica do que faria nas aulas de IC, ou seja, sabia que teria que criar projeto, viajar para Minas Gerais, fazer um documentário e apresentá-lo na SEPEX. Achava que seria algo trabalhoso e monótono.
            Porém, desde o primeiro dia de aula meu conceito foi sendo mudado, vi que conheceria muitas coisas que no meu caso até então passaram despercebidas, além de ver que seria sim trabalhoso, mas nada monótono, já que em todas as aulas temos algo novo para fazer e que aprendemos muito com ele.
            Na primeira etapa, conheci um movimento que eu não fazia nem ideia de como era, o Movimento dos Atingidos por Barragens, que particularmente acho um movimento muito importante, já que muitas vezes é a única esperança que os atingidos por barragens possuem.
            Já na segunda etapa, passei a dar importância aos patrimônios históricos e ao turismo, que apesar de crescer rodeada deles, nunca tinha parado para pensar e pesquisar como ele era importante e como ele interfere na nossa sociedade.
            Todos esses projetos só tiveram um bom resultado, devido as orientações que tive tanto da professora Thereza Cristina (na primeira etapa), como da professora Giselle (na segunda etapa), particularmente acredito que não haveria orientadores melhor para a realização destes e que elas foram fundamentais para a criação, só tenho a agradecê-las.
            Agora no final da matéria, pude concluir que iniciação cientifica vai muito além do que uma matéria que devemos criar projetos, ensaios, documentários, para ter uma nota boa e passar de ano. IC me ensinou a ter outra visão das coisas, um olhar crítico, um olhar de pesquisador. Ensinou-me também que a nossa sociedade não é criada apenas pelas coisas que fazem parte do nosso dia-a-dia, mas sim que há muitas outras que passam despercebidas, que mesmo estando “de baixo dos nossos narizes” não damos importância a elas já que não nos interfere. Sem dúvidas levarei tudo o que aprendi para o resto da vida e acho que todos os alunos deveriam ter a oportunidade de ter essa matéria, já que ela nos torna uma pessoa com outro olhar, outro pensamento e além de tudo com sede de saber e com a necessidade de pesquisar.

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

ZUMBIS: SUCESSO DE BILHETERIAS

 
Por José Pedro e Juan Thiago,
 
Hoje em dia a fama dos zumbis na TV, internet e nos jogos é muito grande. Mas muita gente não sabe ainda a origem desses "monstros".
 
Você já ouviu falar em zumbis? Certamente sim, mas você sabe o que eles são exatamente? Zumbis são nada mais na menos que manifestações religiosas que vêm do vudu. Exatamente. Eles são “mortos-vivos” feitos por feiticeiro que ressuscita um cadáver.
 
Hoje é um tema tão batido, que ninguém imagina como começou essa história de zumbis. Trazemos para vocês, a história do primeiro filme de zumbis, que foi lançado no ano de 1932 “White Zombie”, dos irmãos Halperin, que contava a história de uma garota que se transforma em zumbi nas mãos de um mestre vudu. Apesar de White Zombie ser o primeiro filme de zumbis o filme que mais fez sucesso e deu aos zumbis o título e características que eles tem hoje em dia foi o filme Night Of The Living Dead por George Romero que teve 7 sequências. No começo ele queria que os seus monstros fossem “Ghouls” (que é um monstro do folclore americano envolvidos com cemitérios que comia carne humana) e não zumbis, mas acabaram ganhando o nome.
 
A série de filmes de zumbis que mais faz sucesso hoje em dia é “Resident Evil”, o qual o primeiro filme Resident Evil: O Hóspede Maldito que mostrava um vírus que vazou de um laboratório chamado “Umbrella Corporations”. O sistema de segurança do laboratório matou todos para o vírus não escapar, mas as pessoas reviveram como zumbis. Depois no segundo filme Resident Evil: Apocalipse. Esse vírus se espalhou por toda a cidade chamada de Raccon City, revivendo todos os mortos e eles contaminando as pessoas normais, fazendo uma infecção.
 
Nestes últimos anos há uma serie sobre zumbis que está bombando no mundo inteiro: “The Walking Dead”. Sua história é igual a de todos as outras séries e filmes de zumbis, um vírus que se espalha por todo o mundo. A história da série The Walking Dead é centrada em Rick Grimes, um policial de uma pequena cidade de Cynthiana, no estado do Kentucky. Também acompanha a trajetória de sua família e uma série de outros sobreviventes que se uniram para sobreviverem depois que o mundo foi infestado por zumbis por uma causa desconhecida. A série foi baseada em um quadrinho que teve muito sucesso e talvez por isso e pelo tema que seja tão famosa. Eles até pediram para o famoso diretor George Romero fazer parte da produção, mas ele recusou.



Fontes: