quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

IC antes e depois



                      por Luriany,
          
            Antes de ter a disciplina de Iniciação Científica, possuía apenas uma noção básica do que faria nas aulas de IC, ou seja, sabia que teria que criar projeto, viajar para Minas Gerais, fazer um documentário e apresentá-lo na SEPEX. Achava que seria algo trabalhoso e monótono.
            Porém, desde o primeiro dia de aula meu conceito foi sendo mudado, vi que conheceria muitas coisas que no meu caso até então passaram despercebidas, além de ver que seria sim trabalhoso, mas nada monótono, já que em todas as aulas temos algo novo para fazer e que aprendemos muito com ele.
            Na primeira etapa, conheci um movimento que eu não fazia nem ideia de como era, o Movimento dos Atingidos por Barragens, que particularmente acho um movimento muito importante, já que muitas vezes é a única esperança que os atingidos por barragens possuem.
            Já na segunda etapa, passei a dar importância aos patrimônios históricos e ao turismo, que apesar de crescer rodeada deles, nunca tinha parado para pensar e pesquisar como ele era importante e como ele interfere na nossa sociedade.
            Todos esses projetos só tiveram um bom resultado, devido as orientações que tive tanto da professora Thereza Cristina (na primeira etapa), como da professora Giselle (na segunda etapa), particularmente acredito que não haveria orientadores melhor para a realização destes e que elas foram fundamentais para a criação, só tenho a agradecê-las.
            Agora no final da matéria, pude concluir que iniciação cientifica vai muito além do que uma matéria que devemos criar projetos, ensaios, documentários, para ter uma nota boa e passar de ano. IC me ensinou a ter outra visão das coisas, um olhar crítico, um olhar de pesquisador. Ensinou-me também que a nossa sociedade não é criada apenas pelas coisas que fazem parte do nosso dia-a-dia, mas sim que há muitas outras que passam despercebidas, que mesmo estando “de baixo dos nossos narizes” não damos importância a elas já que não nos interfere. Sem dúvidas levarei tudo o que aprendi para o resto da vida e acho que todos os alunos deveriam ter a oportunidade de ter essa matéria, já que ela nos torna uma pessoa com outro olhar, outro pensamento e além de tudo com sede de saber e com a necessidade de pesquisar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário