segunda-feira, 22 de abril de 2013

Cadeiras são massa!

por Lucas Mior,



Talvez você tenha percebido que a cadeira da escola não é muito confortável, mas não despreze esse móvel. Com certeza, é o utensílio de mobília mais útil de todos. Já imaginou se ao estudar, usar o computador, precisasse ficar deitado ou sentado contra a parede, ou ao almoçar faria... Sei lá como! De um jeito ou de outro, ela acabaria sendo inventada, por que o ser humano cansou de sentar no chão. 

Um modelo de cadeira do século XVIII




Vamos definir, basicamente, o que é uma cadeira. Segundo Dr. Christopher Dresser[1] , ”Uma cadeira é um banco com encosto e um banco é uma tábua apoiada sobre dois suportes”. Claro, nós costumamos ver bancos com encosto que não são cadeiras, mas essa definição foi dada em 1873. Em termos atuais, uma cadeira é uma peça de mobília usada para se sentar, individualmente, com um encosto. Nela pode conter apoio para os braços ou não. A arte da cadeira está, em como é projetada para suportar muito peso, feito de um material nem tão resistente.







Um modelo de cadeira do século XXI


Desde seus primórdios, já se importavam com o design, e variando isso também variava o seu conforto. Como ela exigia dinheiro e mão de obra pra ser construída, ela era símbolo de riqueza e poder. Ela se tornou objeto popular só na revolução industrial, com a produção em massa. Assim, surgiu, se aprimorou, e continua mudando e mudando numa história que não tem fim. Virou instrumento filosófico, de estudo, de descanso... Aproveite para deixar a sua em paz, e use-a com sabedoria para aprender na aula!




Créditos da imagem: 
2- Acervo do autor

Referêncis:



[1] Christopher Dresser (1834-1904) era professor de desenho e estudioso de Botânica. Seus desenhos, que recriavam formas vegetais, destinaram-se aos mais diversos objetos: peças de metal, vidro, papéis de parede, cerâmica e mobiliário. Em última análise, o propósito de Dresser era transformar as formas naturais em formas decorativas. http://www.coisaetal.maxiweb.com.br/Art%20Nouv.htm

Nenhum comentário:

Postar um comentário