domingo, 30 de junho de 2013

Mobilidade Urbana

  por Claudia Spaniol,
              
Mobilidade urbana pode ser definida como o modo, o tempo, e forma como as pessoas se locomovem. Por exemplo, em ambientes urbanos  há muitos carros e a tendência é ter filas e bastante trânsito. No meio rural não há tanto deste problema.

Em Florianópolis, por exemplo, nos horários de pico temos muito trânsito em praticamente todas as ruas. Um dos fatores que contribui para a formação das filas na Ilha de Santa Catarina é a forma das ruas, geralmente estreitas e quase impossibilitadas de alargar mais, devido as condições geográficas, ou seja, áreas situadas entre morros ou mar. E como Florianópolis é uma cidade atrativa, cada vez recebe mais habitantes, assim sempre aumentando a quantidade de carros e de construções, o que dificulta mais ainda.

Há poucas ciclovias na ilha, e as que tem muitas vezes não são respeitadas, o que dificulta mais ainda se locomover de outra maneira, que reduziria o trânsito: de bicicleta.

Recentemente o governo reduziu os impostos para veículos particulares. Em vez de dar incentivos fiscais para a melhora do transporte público, o que dificulta ainda mais a situação, gerando um trânsito ainda maior e que acaba levando muito tempo para fluir.

Mas qual seria uma possível solução para este problema? Criar novos hábitos é uma boa ideia: vá de ônibus, peça carona, dê carona, entre outras coisas! Então, ajude!


Créditos da imagem:


Nenhum comentário:

Postar um comentário