quarta-feira, 17 de julho de 2013

Acelerador de partículas

por Claudia,


Na aula de ciências estamos aprendendo sobre átomos, assunto que eu gostei muito de aprender. E por isso, resolvi pesquisar mais sobre isso e ver o que eu descobriria.
Descobri a existência do mais complexo instrumento científico já construído, um acelerador de partículas. O que é isso? Trata-se de uma máquina capaz de quebrar as partículas do átomo. Existe um, há aproximadamente 100 metros de profundidade, na fronteira entre a França e a Suíça. Para ser construído, precisou de  20 anos de trabalho por centenas de físicos, engenheiros e muitos outros profissionais de 80 países. Este instrumento tem como objetivo conhecer melhor as partículas, e também é uma tentativa de obter respostas a coisas que ainda não sabemos na área da física, seja sobre massa, átomo, etc.
Pesquisando mais, descobri que já existe uma máquina assim no Brasil funcionando desde 1997, chamada UVX. Porém, o equipamento está desatualizado. Visando o uso de uma tecnologia atualizada, está programado ainda para 2013 a desocupação de um grande terreno na cidade de Campinas (SP) onde UVX está instalada, para um novo empreendimento. Este novo e moderno equipamento se chama Sirius, e será 4 vezes maior e muito mais potente do que o antigo.

Sirius deverá ter seus primeiros testes em 2016, mas só terá seu real uso iniciado em 2017.

Referências:

Nenhum comentário:

Postar um comentário