sábado, 31 de agosto de 2013

A Lenda Da “Luz do Espigão”

Por:Vitor Fernando da Silva

Há muito tempo atrás uma comunidade vivia tranquilamente em um pequeno vilarejo bem abaixo de uma montanha, a montanha do espigão (localizada em Garopaba, Santa Catarina). Nessa montanha vivia uma família que se sustentava plantando milho em sua própria plantação. Essa família vivia isolada de todo resto da civilização, como ninguém tinha contato direto com ela se especulava várias coisas sobre o que eles poderiam estar fazendo isolados de todo resto. Alguns falavam que eram bruxas, outros falavam que eram fantasmas, mas ninguém tinha certeza de quem eles eram e o que eles podiam estar planejando.

 Foi aí que eles tiveram uma ideia, eles decidiram botar fogo na plantação de milho da família fazendo assim com que  eles saíssem e fossem ver o que estava acontecendo, e bem nessa hora os moradores da pequena civilização poderiam averiguar quem eles eram e o que estavam fazendo ali. O plano foi colocado a prova e na semana seguinte em noite de lua cheia os moradores começaram a agir, os habitantes se embrearam na plantação e se posicionaram para que na hora do  sinal eles começassem a queimar a plantação, foi esperado até que não se ouvisse nenhum barulho em toda plantação e nesse momento foi dado o aviso, os moradores começaram a queimar a plantação mas as chamas ficaram incontroláveis e partiram para perto da casa da família que era feita de madeira. Era óbvio que esse não era o objetivo dos habitantes, todos começaram a gritar tentando avisar de alguma maneira as pessoas que ali estavam prestes a serem queimadas vivas, mas não adiantou só se ouvira agora gritos de desespero das pobres pessoas que moravam naquela casa, nada podias-se fazer pois o vilarejo estava longe e não havia maneira de apagar o fogo. Ao nascer do sol os habitantes foram averiguar outra vez o local mas dessa vez não encontraram nada só o resto de toda destruição que eles haviam causado a família que nem se quer sabia o que estava acontecendo.

Passaram-se 40 anos e o vilarejo agora se tornou uma cidade, tudo mudou, mas a montanha continua lá intacta desde o incidente.  Agora a montanha apelidada de “morro do espigão’’ e segundo relatos assombrada pela “luz do espigão” apelidada carinhosamente pelo povo que ali mora. Acredita-se que essa luz seja o espírito remanescente da família morta queimada a 40 anos atrás, esse espírito ronda a montanha noite sim e noite não, várias pessoas já viram esse espírito e ninguém tem coragem de ir até lá, dizem que por onde a “Luz do espigão” passa ela deixa o terreno quente quase fervendo mas não o queima deixando assim um rastro de calor lembrando  a noite de tanto sofrimento para a família que vivia na montanha do espigão.


Essa história é baseada em fatos reais, o morro do espigão existe e com esse mesmo nome, relatos de habitantes que moram ali perto  falam que a “luz do espigão’” existe, todos ali tem alguma história para contar do dia que avistaram pela primeira vez a “luz do espigão”. Ninguém até hoje foi verificar de perto se realmente a luz do espigão existe mas o que não falta são relatos que comprovam de alguma forma a lenda da “luz do espigão” 

domingo, 25 de agosto de 2013

Monster Truck: Origem

por Matheus,

Já pensou em passar encima de um congestionamento quando esta com pressa para chegar em casa ou atrasado para alguma coisa? Pois é, com um monster truck você pode, mas infelizmente não é permitido andar com um “carro” desse na rua (aaah...)  mas então vamos conhecer um pouco da sua história.

Os monster trucks tiveram origem em 1982 quando Bob Chandler, um americano nascido em St. Louis  equipou sua Ford F-250 com rodas de 1,70 de altura e se apresentou em um estádio de Michigan, este carro foi apelidado de BigFoot ou  “Pé Grande” em homenagem a lenda do pé grande que supostamente mora nas florestas norte americanas. Mais pra frente foi apelidado de monster truck ou caminhão monstro, depois dessa aparição de Bob começaram a surgir outros monster trucks. Em 1984 surgiu o monster jam, uma competição de monster trucks onde eles “lutavam” entre si ,mas resolveram mudar para outros tipos de atividades pois essa acabava destruindo os bigfoots, então em 1987 surgiu a monster jam series onde existiam corridas e demolição de varias coisas que colocavam no estádio menos ele próprios é claro exemplo: ônibus, carros containers entre outras coisas.

Várias marcas aproveitam essa grande competição automobilística para fazer seu merchandising como a Nintendo, Warner Bros, Mattel entre outras.

Fonte: http://www.autopista.es/noticias-motor/articulo/monster-jam-origen-52047.htm

Fonte da imagem: http://socaltrucks.com/2012/01/make-a-wish-and-monster-truck-team-up/

sábado, 10 de agosto de 2013

Wolverine Imortal

por Claudia,

Hoje trago a resenha de um filme: Wolverine Imortal, lançado recentemente nos cinemas do Brasil, com a direção de James Mangold. O personagem principal do filme é Logan, o famoso Wolverine (Hugh Jackman), o personagem sofre com a imortalidade e com pesadelos relembrando seu passado todas as noites.


Até que um dia recebe o pedido de ir ao Japão para se despedir de um idoso supostamente a beira da morte, chamado Yashida, que tinha supostamente apenas o desejo de rever uma última vez seu herói antes de morrer, afinal Logan o tinha salvo das bombas da cidade de Nagasaki. Porém quando chega ao Japão Yashida revela que na verdade não queria apenas se despedir, e sim tirar a imortalidade de seu herói e passa-la para si próprio. Logan recusa este convite o idoso finge morrer, assim começando cenas de intensa ação, personagens que aparentemente eram de bom caráter indo para o ‘’lado negro’’.

A missão de Wolverine agora passa a ser proteger Mariko, a neta do idoso, que está sendo perseguida tanto por seu pai quanto pela máfia japonesa. Personagem na qual acaba se apaixonando. É um filme com ótimos efeito em 3D que te fazem reagir com o filme, ficando ansioso(a) com o desfecho final.  

Créditos da imagem:

sexta-feira, 9 de agosto de 2013

Nova York: Suportando o calor com piscinas públicas

por Claudia,


Durante o verão na cidade de Nova York as temperaturas chegam facilmente a 40 graus. E como suportar uma temperatura tão elevada? As piscinas públicas são uma boa escolha, já são uma tradição nova yorkina, a cidade conta com 55 delas, espalhadas por cinco bairros de Nova York e abertas apenas no verão, contando com a segurança de um salva vidas vigiando.

O único problema é a enorme fila de pessoas que espera por um lugar na piscina, e a solução adotada para resolver tal problema foi ter um tempo delimitado para cada pessoa estar na piscina: são exatamente 45 minutos cronometrados para trocar o grupo de banhistas.
Moradores da cidade adoram, alegando que as piscinas são de graça, limpas e seguras, segundo Isa, banhista entrevistada pelo Jornal Hoje.

Para se frequentar as piscinas públicas da cidade deve se seguir algumas regras: não trazer comida nem bebida alcóolica, música apenas no fone de ouvido, também não pode usar boné colorido para não ter o risco de manchar, apenas branco.

Mas não é só nos Estados Unidos que pode se encontrar algo assim não, no Brasil também contamos com piscinas públicas, você pode conferir um guia delas no link a seguir:



E confira ainda as duas piscinas públicas mais incríveis do mundo, que se situam respectivamente na Austrália e na Alemanha:





























Créditos das imagens:











domingo, 4 de agosto de 2013

Como a lua afeta sua vida

por Claudia,


Quem nunca ouviu falar que há um período certo da lua para fazer determinada coisa? Eu por exemplo já ouvi falar que a lua influencia no mar, na pesca, na plantação, em dietas e até em corte de cabelo. Será verdade ou apenas mito?

O professor Enos Picazzio, do departamento de Astronomia do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas da Universidade de São Paulo nega que a lua exerça qualquer influência sobre cortes de cabelo, mas admite que influencia no mar, pois a lua exerce uma força gravitacional na Terra, assim ‘’puxando’’ a água, e formando a maré, e afetando muito fortemente a vida marinha.

Quanto a influência na plantação, realmente muitos agricultores adaptam seu calendário conforme as fases da lua, assim esperando melhores resultados.

Há gente que acredita tão cegamente que a lua afetará sua dieta que foi criada até a ‘’dieta da lua’’, que  funciona basicamente da seguinte maneira: sempre que a lua mudar de fase, a pessoa deverá passar 24 horas consumindo apenas líquidos. Mas há gente que alega que seja tudo uma fraude: o dermatologista Paulo Zubaran explica que isso é um antigo mito:  "As pessoas formularam o seguinte pensamento: se o corpo humano é constituído por 70% de água, por que não poderia sofrer também a mesma influência que a Lua exerce sobre as marés?" Mas este pensamento é errado, pois  a lua exerce tamanha influência sobre os mares devido a sua grande massa, diferentemente de nós humanos, portando não funciona igual para nós.

E você já ouviu alguma outra crença relacionada a lua?

 Acreditar ou não? Fica a seu critério!

 Fontes:
http://www.terra.com.br/noticias/educacao/infograficos/10-curiosidades-sobre-a-lua/10-curiosidades-sobre-a-lua-01.htm

 http://www.dietaesaude.com.br/dietas/4-dieta-da-lua

sábado, 3 de agosto de 2013

Meios de transporte

por Claudia,

Desde começo dos tempos, com o início  de vida inteligente em nosso planeta, os humanos vem enfrentando a necessidade de locomoção, seja para transportar cargas, ou para própria locomoção. Antes de haver uma forma de se locomover com maior eficácia, o jeito era contar com a caminhada. Mas a medida que fomos nos desenvolvendo intelectualmente, o meio de se transportar foi aperfeiçoado com a criação de algo que os ajudassem: segundo estudiosos o primeiro meio de transporte criado foi aquático, por meio de cortes de árvores, e assim criando botes e canoas que facilitavam muito a travessia de um rio ou mar. Já o primeiro meio de transporte terrestre acredita-se que tenha sido o trenó, formado por uma prancha de madeira e puxada por animais domésticos como o cachorro.

Algo de extrema importância para a evolução na maneira de se transportar foi a roda, seu uso sendo melhorado e adaptado até chegar nos dias atuais, encontrando-as principalmente em carros, que é algo que utilizamos intensamente.

Com a evolução da humanidade a necessidade de se obter um transporte específico foi crescendo, e com isso aumentando a variedade de opções de transporte, sendo que atualmente contamos com quatro tipos: os terrestres, que incluem bicicleta, caminhão, carro, metro, ônibus e trem. Os aquáticos, que são canoas, barcos, navios, etc. Os aéreos, que são os aviões, helicópteros e balões. E o quarto tipo é uma prova de que a necessidade de se obter diferentes formas de transporte vai crescendo e sendo atendida: o meio de transporte dutoviário, que é responsável por transportar substâncias gasosas líquidas ou sólidas por meio de tubos ou dutos por exemplo de um país ao outro.

Também vem se tentando sempre ter uma maior segurança na locomoção, já enfrentamos milhares de mortes causadas por todos os meios de transporte. Uma curiosidade em relação a isso é o meio de transporte considerado o mais seguro do mundo: o elevador. Isso mesmo, mesmo muitas pessoas não o considerarem um meio de transporte, ele é o que conta com uma maior segurança. O oposto da bicicleta, que é o que mais causa mortes no trânsito.

Mas mesmo sabendo que ao utilizar algum meio de transporte correremos riscos, é inevitável! Pois é praticamente impossível imaginar nossa vida sem nenhum meio de transporte, seja para ir até o mercado, a praia, a escola, viajar, ou ainda encomendar coisas, não conseguiríamos ficar sem!




Fontes:
http://meios-de-transporte.info/mos/view/Hist%C3%B3ria_dos_meios_de_transportes/

http://www.escolakids.com/meios-de-transporte.htm